segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Testes de Cosméticos em Cães




Essa semana uma amiga minha me mandou uma reportagem falando sobre esse vídeo acima. O vídeo mostra alguns Beagles que foram resgatados pela ARME de uma empresa de cosméticos espanhola que faliu. Eram o total de 72 Beagles criados em laboratório, alguns que nunca tinham visto a luz do sol, outros que mal conseguiam andar fora da gaiola. 

O assunto é polemico, e complicado. Na União Européia entrou em vigor em 2009 uma lei que proíbe o uso de animais para testes cosméticos, e em 2013 entra outra que proíbe a venda de cosméticos que usem animais para testes. Apesar da lei ter entrado em vigor a partir de 2009, a decisão foi tomada em 2002, dando aí 7 anos para as empresas conseguirem substituir os testes feitos em animais. Mesmo assim, empresas que tiverem testes que não podem ser substituídos poderão usar animais para aqueles respectivos testes. 

No Brasil ainda não existe uma lei que proíba o uso de animais em pesquisa científica, mas existe uma lei que regulamenta essas pesquisas, a lei n. 11794 de 8 de outubro de 2008.

A União Européia já deu um grande passo em relação a proteção aos animais, espero que o Brasil possa avanças nesta direção em breve. Mesmo com toda a fiscalização e regras impostas pela Lei ainda acho desnecessário utilizar animais em testes que poderiam ser feitos in vitro de outras formas.

Enfim, se você conhecer alguma empresa ou industria que utiliza animais para experimento, se informe, procure saber se esta age de acordo com a lei e se está sendo bem fiscalizada. Se não estiver, denuncie, as penalidades variam de advertências, multas que vão de R$5.000 a R$20.000, e até interdição total do estabelecimento.

Fontes:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário